segunda-feira, 29 de julho de 2013

Solstício de Verão by Tara Moore [Opinião]


Edição: 2012

Páginas: 440

Editor: Quinta Essência

O Baile do Solstício de Verão dos Granville é sempre inesquecível. Todas as pessoas importantes da sociedade irlandesa reúnem-se em Carrickcross House - a propriedade rural da família - para uma noite de folia. Mas este ano a noite é muito especial: a matriarca Honoria vai anunciar o noivado do seu neto Rossa com Ashling Morrison. Ashling está delirante. Alto, moreno e bonito, Rossa é o partido perfeito, mas será demasiado bom para ser verdade? Por que motivo está Honoria tão interessada em fazer Ashling - enteada da sua arqui-inimiga Coppelia - parte do clã Granville? Poderá Carrick, o irmão de Rossa, manter a sua posição como herdeiro legítimo? E o que fará a implacável Coppelia? Com a promessa de convidados distintos, bebidas, danças e assassínio... será um solstício de verão inesquecível!

As expectativas para este livro eram altas: olhava para a capa e  achava que ia ser um romance daqueles mesmo lamechas. Mas como já tinha lido bastantes opiniões positivas acerca deste livro , pensei "porque não experimentar"? 
Pois não o li com a vontade de outros livros, não me prendeu em todas as partes, e fiquei um pouco desiludida quando o conteúdo não vingou a capa, e o romance???
Este livro evidencia as diferenças que existem na sociedade e como os mais ricos pensam que têm tudo facilitado e que podem fazer tudo à sua maneira, sem que a opinião dos outros ou até as leis importem. Conhecemos Honoria Grandville que achava que ninguém podia passar por cima da sua família, detentora de uma grande fortuna, e a forma como ela consegue e conseguiu manipular tudo e todos para atingir os fins.
Em relação às personagens, a minha personagem preferida é Carrick. Achei-o um querido, muito sensato e não me pareceu nada mimado tendo em conta o mundo de riqueza em que cresceu. A história é repleta de intrigas familiares, de vinganças, paixões, relacionamentos por interesse, também surpreende pelas revelações que começam num baile de verão, com um crime à mistura. Nada ficou ao acaso. Apesar de tudo acabei por gostar, o final surpreendeu-me. Tara Moore guia-nos por uma história arrebatadora e cheia de mistério. Foi uma estreia positiva com as obras da autora.



Sem comentários:

Enviar um comentário