terça-feira, 6 de agosto de 2013

A Submissa by Tara Sue Me [Opinião]


Titulo Original: The Submissive 

Edição: 2013

Páginas: 280

Editor: Lua de Papel

Até onde irias para viver uma fantasia? Abby tem uma fantasia secreta. Em Nova Iorque toda a gente sabe quem é Nathaniel West, o sedutor milionário que controla as West Industries. Mas poucos conhecem o seu segredo: ele é um dominador terrivelmente sexy, extremamente exigente. E procura uma nova submissa. Abby é uma bibliotecária, tem uma vida cinzenta, anseia por mais - todo um mundo de prazeres de que ouviu falar mas que nunca ousou experimentar. E tem uma dívida antiga para com Nathaniel, que ele próprio desconhece. Ela oferece-se a medo, promete satisfazer-lhe os mais recônditos desejos. E após um tórrido fim-de-semana a dois, Abby não tem dúvidas: quer mais, muito mais, nem que para isso tenha de se submeter às condições impostas pelo seu novo Mestre... Mas até onde será capaz de ir? Num jogo de paixão e poder, onde aos poucos o amor se insinua, Abby vê-se perante um dilema: face à frieza e distância de Nat, ela teme que o coração dele esteja fora do seu alcance - ou que o seu próprio coração esteja para sempre perdido. Muito antes de As Cinquenta Sombras de Grey, 8 milhões de leitoras ávidas devoraram a trilogia A Submissa, que continuará com O Dominador e A Iniciação.

Ao ler este livro, veio-me à memória, o Grey :P



Achei muito parecido e até alguns acontecimentos se tornaram previsíveis.

Mas adorei, comecei ontem e acabei ontem XD

Abby tem os seus desejos secretos e assim que tem a oportunidade perfeita para os realizar, não a deixa escapar e vai em frente!
Acaba por se candidatar a um lugar de submissa e conhece Nathaniel, um dominador nato, empresário de sucesso e orfão de pais.

Os caminhos cruzam-se, e Abby irá realizar os seus desejos ao nível da sexualidade, descobrindo que praticamente nasceu para ser uma perfeita submissa, disposta a aceitar regras e controlo do seu Mestre. Há momentos de hesitação, mas o seu fascínio acerca daquele novo mundo de sensações e sentimentos juntamente com a grande atracção que sente por Nathaniel vão levá-la a um beco de excitação, desejo e amor, acabando por se apaixonar. A dificuldade é fazer com que Nathaniel quebre as barreiras que criou à sua volta, devido a muitos problemas da infância, e fazer com que essa relação avance e resulte. 

Também conhecemos outras personagens que fazem parte das pessoas mais próximas de ambos, como a melhor amiga Felicia, os amigos Todd e Elaina, a tia Lilly, o primo Jackson, uma estrela desportista. 

É uma obra que acaba por divertir, abrir alguns horizontes, e faz-nos reflectir acerca dos limites de uma relação, do que é legítimo impor ao outro ou a si, em termos de experiência da sexualidade, O que é considerado ou não normal? 
Confesso que a mim certas coisas me confundem, mas o mundo está a ficar muito moderno XD

A escrita é de fácil leitura, recomendo a quem precisar de descontrair!!!




Sem comentários:

Enviar um comentário